Actividades

Nos últimos anos têm sido desenvolvidas um conjunto de actividades para protecção e conservação da Palanca Negra Gigante. As principais actividades planificadas para os próximos anos incluem:

Plano de Gestão da Cangandala

Foi elaborado um plano de gestão para a Cangandala que visa preservar a Palanca Negra Gigante e contribuir para a preservação da biodiversidade de Angola e restaurar a fauna indígena do parque. Este plano prevê uma revisão dos limites do parque por forma a facilitar o controlo e a gestão, excluir do seu interior assentamentos populacionais e estradas municipais. O plano apresenta ainda uma proposta de zoneamento que vai permitir uma melhor gestão do parque e um maior controlo do efectivo animal.

Manutenção do Santuário da Palanca

Propõe-se a manutenção e reforço do actual santuário das palancas na Cangandala, nomeadamente disponibilizando pontos de abeberamento durante a época seca, fazendo reparações nas vedações e abrindo novos acessos.

Monitorização das Palancas do Santuário

É importante que se dê sequência ao esforço de monitorização permanente dos animais com câmaras ocultas, observações à vista, telemetria e recolha de fezes e outros indícios. Serão também desenvolvidos programas de investigação científica com ênfase para a vegetação e a alimentação da Palanca Negra Gigante.

Acompanhamento Veterinário e Genético dos Grupos Reprodutores

É fundamental que se assegure as melhores condições possíveis aos núcleos reprodutores, mediante de um acompanhamento veterinário especializado regular. Espera-se assim recrutar um veterinário para poder acompanhar permanentemente os animais. Entretanto os animais continuarão a ser acompanhados do ponto de vista reprodutor e genético.

Realização de Operação de Marcação de Palancas

Perspectiva-se em 2019 a realização de uma nova operação de imobilização e marcação de palancas. O objectivo será essencialmente continuar com os levantamentos na Reserva do Luando, ajudando na inventariação do número de animais e marcar pelo menos 20 animais com coleiras GPS-satélite ou coleiras VHF. Esta operação poderá também servir para transportar palancas para o Santuário da Palanca.

Apoio à Gestão no Luando e Formação de Fiscais e Pastores

Propõe-se o reforço de acções directamente relacionadas com a conservação (investigação e fiscalização) na Reserva do Luando, onde se localizam as últimas manadas de palancas. Neste contexto deverá ser reforçado o contingente de pastores e inspectores na reserva e a sua participação, devendo igualmente ser mais apoiados com equipamentos adequados.

Programa de Sensibilização e Divulgação de Informação sobre a Palanca

Propõe-se a produção de materiais impressos e electrónicos (livros, brochuras, folhetos, documentários e posters) que serão usados em acções de educação e sensibilização das populações para a protecção da palanca negra gigante. Estes materiais deverão ser produzidos para diferentes grupos parceiros, com destaque para as comunidades que vivem junto das áreas da palanca assim como para instituições de ensino.